IPVA MT

O IPVA (Imposto sobre veículos automotores) é um imposto que incide sobre todos os veículos com tração por motor (carros, barcos, motos, caminhões, aviões, etc.). Os valores deste imposto servem  para custear despesas de administração e dos investimentos em obras de infraestrutura  e serviços essenciais à população, como saúde, segurança e educação.

No caso específico de veículos terrestres, seu vencimento é diretamente relacionado ao dígito final da placa de seu veículo. Para que você não perca as datas de pagamentos, abaixo segue a tabela com os vencimentos, de acordo com cada final de placa:

Calendário de pagamento

Perceba que efetuando o pagamento até a data estipulada você pode obter um desconto de até 5%. O IPVA também pode ser parcelado em até 3 vezes em sua totalidade. Porém somente será possível efetuar este parcelamento se você o fizer até a data do vencimento da 1ª parcela. O IPVA, juntamente com o licenciamento e o seguro obrigatório (DPVAT) são itens obrigatórios para que você possa a vir circular em vias públicas. Caso estas taxas e impostos estejam em atraso e o veículo seja pego pela fiscalização trafegando em vias públicas, ocorrerá  a apreensão do veículo, o condutor levará uma multa gravíssima ( R$ 191,54, sendo que seu valor pode ser duplicado por 2 ou 3).

O valor do IPVA é calculado de acordo com o valor venal de seu veículo na tabela FIPE. No estado de Mato Grosso, o valor 2% do valor de seu veículo. Para consultar os valores e imprimir as guias de pagamento você deve entrar no site do DETRAN MT (http://www.detran.mt.gov.br). Com os números de placa e de RENAVAM você
ê conseguirá verificar os boletos e imprimir as guias. Também será necessário efetuar o pagamento de eventuais multas que ainda não foram pagas para efetuar o licenciamento.

Existem alguns casos em que o IPVA é isento, são eles:

  Veículos terrestres fabricados há mais de 20 anos (de 1980, inclusive, para trás)

  Taxistas autônomos (os táxis de frota pagam o imposto)

  Veículos especialmente adaptados para deficientes físicos

  Veículos de sindicatos de trabalhadores, de consulados, de entidades assistenciais e de igrejas

  Máquinas agrícolas

  Ônibus usados no transporte urbano

  Aeronaves e embarcações fabricadas há mais de 30 anos (de 1970, inclusive, para trás)

Caso você não se enquadre em nenhum destes casos é fundamental que você mantenha seu IPVA em dia para evitar maiores dores de cabeça.

Categorias: IPVA MT | Comente

Comente

Campos obrigatórios *